Estratégias para um Desenvolvimento Saudável

December 3, 2017

No decorrer do processo de desenvolvimento, são várias as problemáticas que se podem e devem falar, desde o desafiar as regras e limites, as birras, as crises familiares, os consumos por vezes excessivos e os comportamentos desmedidos.

 

A imagem assume outro papel, outra importância e para os mais entendidos “há que seguir a moda”, sob vista de aceitação e sentimento de pertença a um grupo. Começa a ouvir-se falar em problemas de auto-estima, ansiedade, problemas alimentares, comportamentos de risco, desmotivação, isolamento, entre tantos outros.

 

Os pais têm um papel fundamental na prevenção e intervenção destas problemáticas, e esse trabalho não começa apenas na adolescência quando muitos problemas já estão instaurados, mas sim, desde muito cedo.

 

É importante construir uma relação de proximidade e confiança, que permita que o jovem tenha a abertura suficiente para procurar ajuda quando necessário. No entanto, a nossa sociedade não está feita a pensar neste tipo de questões e o ritmo de vida das crianças, adolescentes e pais é alucinante, tornando difícil o diálogo saudável depois de um dia trabalho, em substituição à televisão e ao sofá.

 

Mas difícil não é impossível, e verdade seja dita, o mais importante não é o tempo que se dispõe, mas a forma como esse tempo é aproveitado, ou seja, os cinco ou dez minutos depois do jantar, se aproveitados da melhor forma, podem valer mais que uma hora inteira.

Mas na realidade, o que fazer?
  • Promova um diálogo - Pergunte-lhe como correu o dia, quais as coisas positivas que aconteceram e o que é que ele acha que podia ter feito de diferente. Discuta estratégias de forma construtiva e assertiva

  • Elogiar - Costuma elogiar o seu filho? Dar-lhe reforços positivos? E como é que o faz? Sempre que tiver oportunidade faça reforços positivos, não em relação ao cabelo ou cor de olhos, mas sim referindo o comportamento “Conseguis-te fazer isto ou aquilo sozinho? BOA”

  • Os limites e as regras são importantes em qualquer fase de crescimento, e “de pequenino é que se torce o pepino”, há que começar desde cedo a definir limites e claro, eles vão perguntar “porquê” mil vezes, e aí, não vale dizer “porque eu é que mando”. Não será melhor explicar-lhe? Não será melhor, sentar-se com a criança e explicar-lhe porque diz e quando diz a palavra “não”?

  • Não se esqueça, as crianças aprendem em grande parte por imitação, por isso saiba pedir desculpa quando falha, afinal todos falhamos e não é por isso que perdemos autoridade, ao invés disso, é exactamente quando assumimos os nossos erros e falhas perante os outros, que ganhamos o seu respeito.

  • Entenda e aceite que as crianças vão crescendo, e ainda que na condição de pais tenhamos a ideia de protecção, dê espaço à criança para explorar o mundo, para aprender, para viver e crescer, deixe-a brincar e brinque com ela promovendo a relação interpessoal e a confiança

  • Adeque as brincadeiras à idade, jogos lúdicos, actividades ao ar livre, ouça o que ela tem a dizer, façam planos e actividades em família, dê-lhe responsabilidade, seja a de arrumar os bonecos na caixa, o quarto ou ajudar a por a mesa. Inclua-a nas tarefas e desafiem-se a realizar um plano semanal familiar, que incluirá as actividades prazerosas para realizar em família, bem como as responsabilidades de cada elemento

  • Estimule-a, fale correctamente não utilizando a linguagem “abebezada”, as crianças como aprendem “pópó” aprendem carro, então porque baralhar? Não adivinhe, mesmo adivinhando, o que a criança quer só porque ela estica a mão, vá perguntando e reforçando “o que é que queres?”, repita os nomes de forma a permitir que a criança vá decorando.

  • Antes que me esqueça, a regra mais importante de todas, seja feliz e transmita essa felicidade, trate-a como um adulto sem nunca se esquecer que é uma criança, verá que as consequências desse trabalho por vezes árduo, dará frutos no futuro

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Please reload

Our Recent Posts

February 11, 2019

January 14, 2019

Please reload

Archive

Please reload

Tags

 211 317 783 |  919 606 321

Rua Martins Barata Nº5  
1400-038
Belém, Lisboa Portugal

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Google ícone social Places

© 2015 Copyright All Rights Reserved